Notícias

  • Veneri exige investigação da morte de militante camponês

    Veneri exige investigação da morte de militante camponês

    O Deputado Estadual Tadeu Veneri, na condição de Presidente da Comissão Permanente de Direitos Humanos e da Cidadania da Assembleia Legislativa do Paraná, vem expressar profundo pesar dor e indignação pelo assassinato de Lindolfo Kosmaski, jovem camponês, de 25 anos, que residia junto de sua família na comunidade Coxilhão Santa Rosa no município de São João do Triunfo.

    Ele foi brutalmente assinado com dois tiros e teve seu corpo carbonizado, na ultima noite 30 de abril, indícios apontam que foi crime de homofobia, por ele ser gay assumido.

    Lindolfo, era um educador do campo, envolvido com a luta dos pequenos agricultores de onde se originou e carregava esta identidade com muito orgulho, se desafiou a candidatura de vereador na última eleição municipal de 2020, a qual não foi eleito, mas compartilhou com muita humildade seus sonhos e convicções de uma sociedade verdadeiramente livre.

    Unimo-nos na solidariedade aos familiares e amigos neste momento de despedida e dor e exigimos investigação e punição aos assassinos. Nossos mais sinceros pêsames.

    Tadeu Veneri

    Presidente da Comissão de Direitos Humanos e da Cidadania


    Deputado Goura 

    Membro da Comissão de Direitos Humanos e Cidadania