Notícias

  • Veneri pede apuração e providências contra tentativa de linchamento de adolescente

    Veneri pede apuração e providências contra tentativa de linchamento de adolescente

    Diante da violência sofrida por um adolescente, que quase foi linchado em Palmas, no dia 22 de dezembro, quando teria sido confundido com um suspeito de abusar de uma criança, estou pedindo providências para apuração dos fatos a diversos órgãos do Estado. Na presidência da Comissão de Direitos Humanos e Cidadania da Assembleia Legislativa, requeremos a intervenção da Corregedoria da Polícia Militar do Paraná para verificar o comportamento dos policiais que atenderam à ocorrência e ao Conselho Regional de Medicina do Paraná, para esclarecer por que o adolescente não recebeu o atendimento adequado à gravidade dos ferimentos quando foi conduzido à UPA da cidade. Também nos dirigimos ao Comitê de Defesa dos Direitos Humanos, da OAB do Paraná, e Núcleo de Cidadania dos Direitos Humanos, da Defensoria Pública do Paraná, para solicitar o acompanhamento e tomada de providências contra os agressores. Linchamentos públicos não podem ser tolerados numa sociedade minimamente civilizada e que tenha compromisso com o respeito à dignidade dos seres humanos.

    Deputado Estadual Tadeu Veneri

    Diante da violência sofrida por um adolescente, que quase foi linchado em Palmas, no dia 22 de dezembro, quando teria sido confundido com um suspeito de abusar de uma criança, estou pedindo providências para apuração dos fatos a diversos órgãos do Estado. Na presidência da Comissão de Direitos Humanos e Cidadania da Assembleia Legislativa, requeremos a intervenção da Corregedoria da Polícia Militar do Paraná para verificar o comportamento dos policiais que atenderam à ocorrência e ao Conselho Regional de Medicina do Paraná, para esclarecer por que o adolescente não recebeu o atendimento adequado à gravidade dos ferimentos quando foi conduzido à UPA da cidade. Também nos dirigimos ao Comitê de Defesa dos Direitos Humanos, da OAB do Paraná, e Núcleo de Cidadania dos Direitos Humanos, da Defensoria Pública do Paraná, para solicitar o acompanhamento e tomada de providências contra os agressores. Linchamentos públicos não podem ser tolerados numa sociedade minimamente civilizada e que tenha compromisso com o respeito à dignidade dos seres humanos.

    Deputado Estadual Tadeu Veneri