Notícias

  • Veneri pede para governo concluir obras das escolas afetadas por desvio de recursos

    Veneri pede para governo concluir obras das escolas afetadas por desvio de recursos
    Maringá Post

    O líder da bancada de Oposição, deputado Tadeu Veneri (PT), solicitou ao governador Ratinho Junior (PSD) que conclua as obras das escolas que ficaram inacabadas devido às denúncias de desvios de recursos na construção e reformas dos estabelecimentos de ensino na Operação Quadro Negro, iniciada há quatro anos. “Puna-se as empresas, os empresários que corromperam, os agentes públicos corrompidos, mas não puna a população que precisa das obras”, disse o deputado.

    Levantamento publicado pelo jornal Gazeta do Povo nesta segunda-feira, 25, mostra que das quinze escolas do programa, apenas cinco foram entregues. As demais permanecem no mesmo estágio de construção.

    A Operação Quadro Negro já levou à prisão o ex-governador Beto Richa à prisão e alguns de seus auxiliares, mas a população é que está pagando o preço por não ter as escolas funcionando. “Se formos esperar pelo processo de conclusão destas investigações, podemos levar anos para que essas obras sejam finalizadas. Não podemos esquecer que essas comunidades já estavam há anos esperando essas obras. E muitas crianças sem acesso à escola por conta do desvio destes recursos destinados a pessoas físicas que se beneficiaram destes esquemas”, afirmou.

    As investigações do Ministério Público Estadual apontam que pelo menos R$ 20 milhões foram desviados das obras. Conforme o levantamento da Gazeta do Povo, foram concluídas as obras do colégio Casemiro Karman, em Campo Largo, na região de Curitiba; e outra na escola Arcângelo Nandi, em Santa Terezinha de Itaipu, no Oeste do estado. As outras três obras que foram concluídas foram reformas: a ampliação do colégio Amâncio Moro, em Curitiba; e a conclusão das quadras de esportes nas escolas Distrito de Joá, em Joaquim Távora; e Doracy Cezarino, em Curitiba.