Notícias

  • Veneri diz que Guedes quer destruir produção nacional de leite para favorecer grupos estrangeiros

    Veneri diz que Guedes quer destruir produção nacional de leite para favorecer grupos estrangeiros
    Foto: Dálie Felberg/Alep

    O deputado Tadeu Veneri (PT) criticou a medida do Ministério da Fazenda que suspendeu as barreiras tarifárias para a importação de leite em pó. “O Paraná é o segundo maior produtor de leite do país, com uma produção de 4,6 bilhões de toneladas ao ano. A decisão do governo federal vai quebrar a produção do leite nacional, prejudicando diretamente a cadeia produtiva do Paraná”, apontou Veneri.

    O Paraná é o segundo maior produtor de leite do país, perdendo apenas para Minas Gerais. A produção paranaense corresponde a 13,5% do total nacional. A bancada de oposição na Assembleia Legislativa vai apresentar um requerimento solicitando que o governador Ratinho Junior (PSD) se posicione contra a medida adotada pelo Ministério da Fazenda que suspendeu as barreiras tarifárias para a importação do leite em pó.  "Depois de trabalhar durante anos na meta de melhoria do rebanho leiteiro, toda a cadeia reprodutiva será destruída e o dinheiro vai para as mãos de grandes grupos internacionais. É uma decisão insana", disse Veneri.

    A decisão do Ministério da Fazenda, que extingue a cobrança de uma sobretaxa que encarece a importação de leite em pó da Europa e da Nova Zelândia, chamada de antidumping, foi publicada na última quarta-feira (4). A barreira tarifária existe desde 2001 e foi imposta com o aval da Organização Mundial do Comércio (OMC) porque o setor leiteiro recebe subsídios governamentais tanto na Europa quanto na Nova Zelândia.