Notícias

  • Veneri cobra reativação do SIAF no Paraná

    Veneri cobra reativação do SIAF no Paraná

    O deputado estadual Tadeu Veneri cobrou do governo do Paraná uma explicação para a desativação do SIAF (Sistema Integrado de Finanças Públicas), que registra o movimento financeiro e orçamentário do Estado, paralisado desde o final do ano passado para uma troca de software. “Ninguém sabe como está o fluxo financeiro do estado. Quem não foi pago, quem recebeu ou quanto recebeu. Ou se recebeu duas vezes. Estamos completamente no escuro”, disse Veneri, durante pronunciamento na Assembleia Legislativa, na sessão desta terça-feira.

    Veneri disse que o Tribunal de Contas do Estado determinou um encontro de contas para verificar se procedem as suspeitas de que houve pagamento de contas em duplicidade. No Diário Oficial do dia 24 de outubro, está publicada uma resolução, nº 1408, da Secretaria da Fazenda designando servidores para, junto com técnicos da Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (Celepar), verificar a possibilidade de restaurar o antigo software.

    No final do ano passado,  o ex-governador Beto Richa (PSDB) contratou uma empresa para a instalação de um novo software. Implementado em janeiro de 2018, o Novo Sistema Integrado de Finanças Públicas apresentou falhas e não está funcionando. Consequentemente, as informações contábeis e financeiras deixaram de ser inseridas no Portal da Transparência, que está desatualizado.

    “Esse sistema virou uma bagunça geral”, disse Veneri, citando uma estimativa de que o Estado tem R$3 bilhões em caixa correspondentes a excesso de arrecadação. Estes recursos estariam imobilizados porque o Estado não teria projetos para executar. “Não sabemos se esses recursos existem ou não porque o sistema não funciona”, comentou.