Notícias

  • Sanepar recua do pregão para contratação de sistema de gestão empresarial

    Sanepar recua do pregão para contratação de sistema de gestão empresarial


    A Sanepar anulou o pregão de R$ 107 milhões para a contratação de software de gestão empresarial sobre o qual o deputado estadual Tadeu Veneri levantou vários questionamentos em pedido de informações aprovado pela Assembleia Legislativa. O ato de anulação foi publicado no Diário Oficial do Estado.

    A justificativa da empresa foi que havia um “vicio insanável” no procedimento, que já havia sido suspenso pelo Tribunal de Contas do Estado, apontando cerca de vinte irregularidades. Já a empresa explicou que decidiu pela anulação depois da publicação no Diário Oficial do valor do contrato de financiamento junto à Caixa Econômica Federal e do valor máximo estabelecido para a licitação. De acordo com a Sanepar, o valor deveria estar sob o sigilo até o final do processo.

    O Tribunal de Contas havia determinado a suspensão do processo por várias razões. Uma delasseria a contratação de empresa vencedora do pregão pelo valor de R$ 107,6 milhões, quando a melhor proposta apresentada foi de R$ 24 milhões, registrando-se uma diferença de 448,33%.

    “Entre as irregularidades, foram constatadas a ausência de licitação para a modelagem do termo de referência e execução do projeto; a contratação direta, sem licitação, de empresa para fazer "aconselhamento"; as falhas na formulação do preço máximo da licitação; as impropriedades na formulação de exigências de qualificação; e os indícios de superfaturamento ou de sobrepreço, em virtude da disparidade de propostas e da eliminação de concorrente com menor preço”, diz o comunicado do Tribunal de Contas.