Notícias

  • Projeto anistia estudantes que estão sendo punidos por se manifestar contra reforma do ensino médio

    Projeto anistia estudantes que estão sendo punidos por se manifestar contra reforma do ensino médio

    O deputado estadual Tadeu Veneri (PT) assinou com o deputado estadual Requião Filho (PMDB) projeto de lei concedendo anistia aos estudantes que participaram das manifestações contra a Reforma do Ensino Médio, em 2016.De acordo com a União Paranaense dos Estudantes (Upes) e União Brasileira de Estudantes (UBES), os alunos estão sendo condenados a penas que vão da prestação de trabalho voluntário até o pagamento de multas que chegam ao valor de R$ 30 mil.

    Os estudantes ou os pais dos jovens menores de idade estão respondendo a processos administrativos, devido à participação na mobilização, que envolveu estudantes em todo o país, quando mais de oitocentas escolas foram ocupadas no Paraná. A reforma foi condenada por especialistas na área de educação por alterar o currículo dos cursos do ensino médio e modificar a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB).

    “Esses meninos e meninas deram uma aula de mobilização e democracia no debate sobre a educação e agora estão sendo punidos por isso. É importante que se resgate a luta destes jovens, que nos deram uma lição de cidadania”, disse Veneri.

    Clique para ver o projeto de lei: