Notícias

  • Veneri denuncia manobra de governo e aliados contra servidores do Executivo

    Veneri denuncia manobra de governo e aliados contra servidores do Executivo

    Os deputados aliados à governadora Cida Borghetti (PP) esvaziaram o plenário na sessão desta quarta-feira,4, para impedir a votação dos projetos de reajuste dos servidores públicos estaduais. O governo está oferecendo apenas 1% de reposição salarial para os funcionários do Executivo, enquanto o Legislativo, Judiciário, Ministério Público e Defensoria Pública estão propondo a reposição de 2,76%.

    O deputado Tadeu Veneri defende a votação de todos os projetos para repor a perda dos servidores. No caso do Executivo, já existe emenda assinada por trinta e um deputados pagando 2,76% para os funcionários, que estão com os salários congelados desde 2016.

    O jogo do Palácio Iguaçu é claro. A governadora pretende adiar a votação para depois de outubro para evitar o desgaste eleitoral junto aos professores e demais categorias que compõem os trabalhadores do Executivo. Na sessão desta quarta, o Palácio Iguaçu retirou o pedido de regime de urgência para a votação do projeto que repõe apenas 1% das perdas.