Notícias

  • Veneri condena violência da polícia contra manifestantes

    Veneri condena violência da polícia contra manifestantes
    Foto: Gebran
    Presidente da Comissão de Direitos Humanos e Cidadania, o deputado estadual Tadeu Veneri condenou nesta segunda-feira, 9, a violência usada contra os apoiadores do ex-presidente Lula, que estavam em um ato de solidariedade na sede da Polícia Federal, no bairro Santa Cândida, em Curitiba, no sábado. “Foram explosões de bombas de gás lacrimogêneo e tiros de balas de borracha, que feriram várias pessoas. Algumas foram hospitalizadas. Nós não podemos aceitar que o 29 de abril se torne um padrão no Paraná, banalizando a violência contra as manifestações populares”, disse Veneri, durante pronunciamento na Assembleia Legislativa.

    Ele citou o caso da assistente social Vanda de Assis, que foi ferida no rosto e nos pés “ A Vanda é uma vítima da truculência e do fascismo que estamos vivendo”, disse o deputado. Ele apelou ao bom senso e à responsabilidade das autoridades na defesa das práticas democráticas.

    O lançamento das bombas foi atribuído à Polícia Federal, que alegou ter ocorrido uma tentativa de invasão do prédio. Porém, o comando da PM no Paraná negou que os manifestantes tenham tentado entrar na sede da PF. “Nós estamos preocupados com o futuro da democracia no país”, disse Veneri.