Notícias

  • Governo do PR reduz alcance dos programas de segurança alimentar

    Governo do PR reduz alcance dos programas de segurança alimentar

    O governo do Paraná reviu a previsão de metas estabelecidas no Plano Plurianual (PPA) e reduziu de 287 para 162 o número de municípios onde serão desenvolvidos projetos e ações na área da segurança alimentar e nutricional. A mudança foi criticada pelo líder da bancada de Oposição, deputado Tadeu Veneri (PT), durante a votação da proposta encaminhada pelo governo do Estado à Assembleia Legislativa.

    Após os questionamentos de Veneri, por acordo entre liderança da oposição e governo, o projeto foi retirado da pauta de votações e remetido à Comissão de Orçamento para que os deputados possam apresentar emendas ao texto.

    O PPA foi apresentado em 2016, estabelecendo as ações do governo até 2019 em todas as áreas da administração pública. “Esta redução do número de municípios vai refletir sobre a população mais pobre”, alertou Veneri, pois se tratam de ações de combate à fome e à miséria. Essa redução implica menos investimentos em programa de distribuição e produção de alimentos, aumento de renda em regiões de agricultura familiar, entre outras ações destinadas à população em risco social.

    Ele citou os números dos cortes. Na região Centro Sul, a redução foi de 20 para 11 municípios. Na região Norte Central, foram de 57 para 19 municípios. Na região Oeste, o corte foi de 28 para 15 municípios. Já no Sudoeste, o número de municípios baixou de 28 para 20. No Sudoeste, dos 28 municípios que seriam contemplados no PPA original, sobraram apenas 20, depois da alteração. No Norte Pioneiro, de 48 municípios, sobraram 28 municípios.

    “Não é possível entender estes cortes já que o governo está sinalizando com investimentos de cerca de R$ 4 bilhões no orçamento do próximo ano”, criticou Veneri.