Notícias

  • Governo quer legalizar "bico" para policiais militares

    Governo quer legalizar "bico" para policiais militares

    O deputado Tadeu Veneri (PT), líder da bancada de oposição na Assembleia Legislativa, disse que a proposta do governo do Estado que institui o pagamento de diárias a policiais militares que trabalharem durante os horários de folga representa, na prática, a legalização do “bico” para os PMs.
    “O governo está autorizando os policiais a venderem seus horários de folga, o que na prática significa a legalização do bico. O motivo deste projeto é que, ao invés de contratar mais policiais por meio dos concursos, o governo quer fazer com que a corporação atual seja responsável por atender a demanda cada vez maior na área da segurança pública”, comentou Veneri.
    Segundo o parlamentar, com a justificativa de gerar economia para os cofres públicos, o governo está comprometendo a qualidade dos serviços. “A proposta certamente vai prejudicar a qualidade dos serviços, uma vez que para desempenharem bem suas funções os policiais precisam de um tempo de descanso. Mais uma vez a população vai pagar a conta pela incompetência do governador”, disse.
    A proposta faz parte do novo pacote de ajuste fiscal apresentado pelo governo Richa, que começou a tramitar nesta segunda-feira na Alep. No total, são 15 projetos, sendo 5 propostas que alteram a estrutura da administração pública e outras 10 matérias que prevêem a doação de imóveis do Poder Executivo.
    Todos os projetos estão em regime de urgência. “Mais uma vez o governo envia para a Assembleia projetos em Regime de Urgência, o que compromete o debate apropriado com os servidores públicos envolvidos e com a sociedade.”

    Liderança da Oposição