Notícias

  • Veneri denuncia que governo prepara desmonte da Copel

    Veneri denuncia que governo prepara desmonte da Copel

    O deputado Tadeu Veneri (PT) cobrou transparência do governador Ratinho Junior (PSD) sobre as negociações que estão sendo feitas para a transferência de setores da Copel à iniciativa privada. Em pronunciamento, Veneri criticou o processo de venda da Copel Telecom e a transferência à iniciativa privada do controle acionário da Usina Hidrelétrica Governador Bento Munhoz da Rocha Netto (Foz da Areia), em Pinhão.

    A venda do controle acionário da Usina foi anunciada em comunicado ao mercado, na semana passada. “O PT, ao longo de sua história, sempre defendeu o patrimônio público. Nós entendemos que as empresas públicas são patrimônio da população e não um bem do governador, quando está no exercício do mandato”, disse Veneri.

    Ele destacou que, durante a campanha eleitoral para disputar o governo, Ratinho Junior fez vários pronunciamentos garantindo que não iria privatizar a Copel. Mas, aos poucos, está promovendo um desmonte da empresa, desmembrando setores estratégicos. A Copel Telecom é a empresa mais bem avaliada do país na área. E a Usina de Foz do Areia é a maior da Copel, com 1.676 MW de potência instalada, comparou Veneri.

    “O governador não está pondo à venda empresas que dão prejuízo. O governador está vendendo empresas lucrativas. Por que o governador não falou que iria vender a empresa? Ele está abrindo caminho para a venda da Copel”, disse Veneri.